Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de maio de 2011

MUDAR O VISUAL SEMPRE É BOM




Cortar e cuidar dos cabelos , caprichar na maquiagem e no look e sentir bem consigo mesma é o que importa.

domingo, 15 de maio de 2011

Antes de você nascer Deus sonhou com vocÊ

Aos Olhos do Pai

Diante do Trono

Composição : Ana Paula ValadãoAos olhos do Pai Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor
Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor
Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você nao vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais


Aos olhos do pai - Diante do Trono - Ana Paula Valadão

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Ciúmes tempera ou destroi a relação

Quase todo mundo, algum dia na vida, já teve uma crise de ciúmes; e posso lhes assegurar que é uma das piores sensações que podemos ter. O ciúmes demonstra a nossa falta de auto-confiança, o nosso medo de ‘perder’, e aguça o nosso complexo de inferioridade. O complexo de inferioridade entra, quando começamos a ‘imaginar’ como será a outra, ou quando por acaso a conhecemos e começamos a nos comparar com ela; e reconhecemos que pode ser que ela tenha algo mais atraente que nós.




Bem, seja qual for a situação, ciúmes mata, sim isso mesmo, ciúmes mata; não o seu companheiro mas a ti propria que se corroi dia e noite a ‘tentar descobrir’ ou a ‘imaginar’ algo. As vezes os ciúmes não passa de puro delirio nosso, outras vezes tem fundamento. A grande verdade é que os homens querem viver livres, leves e soltos e detestam quando pegamos no pé deles.



Quanto mais pegamos no pé deles, pior eles se comportam, portanto desista de procurar ‘provas’, telefones, ‘sms’, cheiro na roupa, ou seja lá o que for; porque quando um homem quer trair, ele traí até dormindo; então não se martirize por isso, pois não vale a pena. Você tem de analisar a sua relação, vale a pena viver ao lado de alguem que te deixa insegura e de quem você desconfia? Pense nisso.



Algumas dicas para superar o seu ciúmes:



1-Goste de si, antes de gostar dele.



2- Não deixe de ter amigas e de viver sua vida como fazia antes de conhece-lo. Mantenha sua independencia ‘psicologica’.



3- Antes de brigar, ou fazer uma cena, pense mil vezes.



4- Não faça projectos futuros em demasia, o romance pode não dar certo e você ficar frustrada para o resto da vida.



5- Não adianta chorar, implorar, ajoelhar, ou desmaiar, se seu namorado tiver de ir em algum lugar ou fazer algo ele fará, quer você queira ou não.



6- Seja superior, o que quer que nós mulheres possamos falar, eles sempre irão provar-nos de alguma maneira que estavamos equivocadas.

fonte:

http://www.grupomada.com.br/pagina.php?x=mensagens&tit=mensagens

terça-feira, 3 de maio de 2011

AMAR VALE A PENA



TODA A FORMA DE AMOR VALE A PENA
AMAR A DEUS
AMAR A FAMÍLIA
OS AMIGOS
O TRABALHO
A NATUREZA
AS CRIANÇAS
OS IDOSOS
AS DIFERENÇAS ENTRE AS PESSOAS

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Esperança de dias melhores sempre


Por mais que a vida nos dê motivos para desistir....sempre resta esperança de dias melhores......
Tem sempre algo bom em nossa vida pelo qual se vale a pena viver e acordar todos os dias...
Obrigada meu Deus pela minha família apesar de tantos problemas, mas é a família que o Senhor me deu...e os amo porque são meu sangue e não existe ninguém que me ame e que eu amo mais do que meus pais e meu irmão....
Amo também os amigos verdadeiros que o Senhor me deu ao longo de minha vida...Abençoe a vida de cada um deles....


domingo, 1 de maio de 2011

Parabéns pelo dia do trabalho

O que querem as mulheres? O questionamento feito por Freud já ganhou uma série de direcionamentos. Para lembrar o Dia do Trabalho, que acontece domingo, dia 1 de maio, vamos falar de um assunto muito importante: os benefícios. A empresa de pesquisa do Grupo Bolsa de Mulher, a Sophia Mind, perguntou às mulheres o que elas pesam na hora de aceitar – e permancer no emprego.
Através de entrevista com 465 trabalhadoras de todo o Brasil, entre 25 e 50 anos, foi possível descobrir que o principal fator para manter uma funcionária feliz é respeitar sua qualidade de vida. Com a dupla jornada, as mulheres dão preferência às empresas que deem esse espaço para curtir sua vida particular.
Já para aceitar um emprego, elas levam em conta as oportunidades de crescimento e a valorização da carreira. Surpreendentemente, esses dois fatores são mais significativos para as mulheres do que as vantagens financeiras e 63% das participantes citou o aconselhamento na carreira como principal fator para permanência no emprego.
Há diferenças ainda entre o momento pessoal de cada mulher. Entre as mulheres sem filhos, um plano de cargos e salários bem definido e prioridade no recrutamento interno, por exemplo, são mais valorizados.
Metade das que já são mães apontam a presença de berçario ou creche, sala de aleitamento e a possibilidade de trabalhar em casa como pontos fortes na escolha de um emprego ou permanência em uma determinada empresa.
Infelizmente, a realidade das empresas brasileiras está longe da ideal. Dentre as bonificações apontadas pelas entrevistadas como os que elas mais desejam, muitos ainda são pouco oferecidos. Bolsas de estudo parcial ou integral são almejadas por 93% das trabalhadoras, mas apenas 22% delas têm o benefício.
Além disso, 86% das participantes da pesquisa gostaria de ter um horário de trabalho flexível, mas apenas 37% podem usufruir dessa liberdade. Sempre pensando na família, 75% delas gostariam de ter auxílio educação para os filhos, mas apenas 11% o têm. Um terço das entrevistadas valorizam programas de prevenção a doenças, mas eles só ocorrem para 38% das mulheres pesquisadas.
Com tanta coisas ainda a serem melhoradas, não é surpresa que as empresas não tenho sido bem avaliadas. No quesito benefícios, as entrevistadas deram, em média, nota 5,3 para as companhias onde trabalham, numa escala de 0 a 10 e apenas 7% delas parecem estar totalmente satisfeitas com o atual emprego, dando nota 9 ou 10.
A preferência por chefes homens ou mulheres não é um problema para 69% das mulheres, mas todas as entrevistadas acrescentaram que há, sim, diferenças na gestão entre os gêneros. Mulheres no comando são mais sensíveis, mais abertas às relações pessoais e priorizam o trabalho de equipe. Elas também acreditam que uma mulher na chefia brigaria mais pela 'classe' e buscaria mais qualidade de vida, benefícios e direitos para as funcionárias
fonte: http://msn.bolsademulher.com/investimentos/carreira-o-que-as-mulheres-querem-105426.html